Aprender a descansar

2021-04-20

Aprender a descansar

“Andamos todos cansados”, dizem. Para os pais e mães pode não parecer novidade– afinal parece que andamos cansados desde que os miúdos nasceram!

“Andamos todos cansados”. Ultimamente, cada vez que ouço esta frase, sinto-a de forma diferente. Parece que a instabilidade actual veio esticar ainda mais a nossa corda. E para cada um de nós isso pode ter impacto em diferentes situações

Talvez tenha um amigo ou amiga que parece menos disponível – cada um de nós pode ser essa pessoa. O que será que essa falta de presença e/ou disponibilidade significa? Há tantas hipóteses…

Será que afinal não eram amigas(os) antes? Ou talvez seja a hora de seguirem caminhos diferentes – é um facto que pode ser triste, mas a vida também é feita destas histórias…

Ou será apenas que esse amigo(a) a vê como um recurso para dias mais difíceis e ainda não precisou de si?

Ou talvez esteja MESMO muito ocupado – não tenha para onde se virar e esteja a fazer o melhor que pode/sabe!

Essa pessoa pode estar a ter dificuldade em repor a energia e está a consumi-la o mínimo que pode – sim, até em conversas com amigos! E talvez até sinta falta das suas mensagens…

A ansiedade, o stress, as solicitações sem fim dos filhos, da família, das despesas, da gestão da casa podem estar a deixar pouco espaço para outras pessoas

Pode haver um milhão de razões e explicações. Por isso o benefício da dúvida, o perdão, a compaixão são ferramentas muito úteis nos tempos que correm. Porque, de certa forma, nunca conhecemos este tipo de cansaço. E estamos todos a dar o nosso melhor. E a amizade é para os momentos de gargalhadas e para os momentos de angústia, para os dias de sol e os dias de tempestade, os altos e os baixos.

E saber que há alguém que vive estas emoções, que esse alguém posso ser eu, que “sermos uns para os outros” é uma dança que não tem passos certos: a cada momento precisamos de decidir o ritmo, a energia e quando precisamos de fazer pausas.

Este texto pode ser a oportunidade de dizer a alguém que sente a sua falta que está por aqui. Pode ser a oportunidade de recordar alguém que gosta de si que está a fazer o melhor que pode e que voltarão, em breve, a partilhar abraços. E está tudo bem…

Se, por outro lado, começa a sentir que chegou a hora de “pôr as mãos na massa”, em Maio pode participar no nosso workshop “Disciplina e limites: alternativas aos gritos e às birras dos pais”!

VOLTAR

Family Coaching

Somos um projecto que desenvolve a sua actividade na área do coaching aplicado ao contexto familiar. A nossa principal actividade centra-se no coaching parental enquanto metodologia e recurso quer para as famílias quer para todo o ecossistema comunitário e familiar: trabalhamos com Famílias e para a Comunidade.

Contactos

Ângela Coelho

(+351) 917 415 576

angelacoelhomascara@familycoaching.pt

Sandra Belo

(+351) 933 003 405

sandramourabelomascara@familycoaching.pt

Geral

geralmascara@familycoaching.pt