Dizer o Que Penso, Fazer o Que Digo - A Coerência

2020-08-26

Dizer o Que Penso, Fazer o Que Digo - A Coerência

Partilhamos convosco três exemplos da incoerência que vamos observando por estes dias e convidamos-vos, como pai ou mãe, a tirar partido do eventual desconforto que lhe possa trazer a observação destas incoerências.

Uma grande parte do papel de um coach é observar. Estar atento, olhar uma situação ou uma questão de vários ângulos, dar atenção a pormenores nas palavras e nas atitudes das pessoas.

E a situação actual tem sido muito rica em oportunidades para observar. Observar as escolhas que cada um faz, observar o respeito e a aceitação (ou a falta de ambos) pelas escolhas dos outros. A necessidade que tantos têm de dizer aos outros o que fazer (e como fazer). A vontade de obrigar os outros a fazer o que achamos certo. Tantas semelhanças com algumas das questões que surgem no papel de pais!

Recentemente encontrámos mais um paralelo: a questão da coerência. Ou da falta dela. Ora vamos lá Parar e Pensar!

Estes são apenas três exemplos da incoerência que vamos observando por estes dias. Agora queremos convidá-lo como pai ou mãe, a tirar partido do eventual desconforto que lhe possa trazer a observação destas incoerências:

VOLTAR

Family Coaching

Somos um projecto que desenvolve a sua actividade na área do coaching aplicado ao contexto familiar. A nossa principal actividade centra-se no coaching parental enquanto metodologia e recurso quer para as famílias quer para todo o ecossistema comunitário e familiar: trabalhamos com Famílias e para a Comunidade.

Contactos

Ângela Coelho

(+351) 917 415 576

angelacoelhomascara@familycoaching.pt

Sandra Belo

(+351) 933 003 405

sandramourabelomascara@familycoaching.pt

Geral

geralmascara@familycoaching.pt