Mães que Trabalham: Cuidar de Si

2019-02-25

Mães que Trabalham: Cuidar de Si

Sabemos que andam exaustas. Que querem ser as melhores mães que puderem. Que querem cuidar da sua família. Que querem ser profissionais competentes e ter prazer e reconhecimento no trabalho que fazem - seja ele pago ou não. Tantos são os dias em que estes desejos parecem ser inconciliáveis.

O estudo recentemente divulgado pela Fundação Francisco Manuel dos Santos, leva-nos, de novo, a reflectir nas mães que tanto trabalham: dentro e fora de casa.

Sabemos que andam exaustas. Que querem ser as melhores mães que puderem. Que querem cuidar da sua família. Que querem ser profissionais competentes e ter prazer e reconhecimento no trabalho que fazem - seja ele pago ou não. Tantos são os dias em que estes desejos parecem ser inconciliáveis.

Quando propomos a estas mães Parar e Pensar, muito frequentemente uma das coisas por que mais anseiam é ter tempo e disponibilidade para cuidar de si. Tantas e tantas vezes lembramos que é preciso cuidar de mim para cuidar de todos!

Só reconhecendo que merecem, precisam e que todos beneficiam com essa mudança, será possível ir em busca de balões de oxigénio diários, num processo de aprendizagem, mas também de conquista! Para descobrir onde andam os seus 30 (ou 60) minutos diários de auto-cuidado é preciso criatividade e intenção.

As ideias são muitas. Mas nem todas servem para si... nem precisam de ser todos os dias!

15 minutos de cada vez?

Meditar no carro antes de entrar em casa

À hora de almoço a ler uma revista

Respirar com intenção de manhã antes de todos acordarem

Apreciar o intervalo do trabalho num local silencioso

No regresso a casa ao telefone com uma amiga

Cantar alto no carro

 

30 minutos seguidos?

Ir para a cama mais cedo

Saborear um livro depois de jantar

Fazer um piquenique sozinha ou acompanhada

Ler um livro enquanto os filhos estão numa actividade

Ir a pé uma parte do percurso de ou para o trabalho

Ver um episódio de uma série que gosta

A coragem nem sempre ruge. Por vezes é aquela voz que, no final do dia, diz baixinho: “Amanhã vou tentar outra vez”

Mary Anne Radmacher

VOLTAR

Family Coaching

Somos um projecto que desenvolve a sua actividade na área do coaching aplicado ao contexto familiar. A nossa principal actividade centra-se no coaching parental enquanto metodologia e recurso quer para as famílias quer para todo o ecossistema comunitário e familiar: trabalhamos com Famílias e para a Comunidade.

Contactos

Ângela Coelho

(+351) 917 415 576

angelacoelhomascara@familycoaching.pt

Sandra Belo

(+351) 933 003 405

sandramourabelomascara@familycoaching.pt

Geral

geralmascara@familycoaching.pt