Que Limites: os dos Pais ou os dos Filhos

2019-04-17

Que Limites: os dos Pais ou os dos Filhos

Será que quando falamos de respeitar os limites estamos a olhar para o "lado errado" da questão?

“Depois de uma semana de férias, em que fui engolida por tanto programa infantil, por tanto “não faças, não digas, não pises, não batas”, fiquei a pensar...” ... nos limites!

Quase todos os pais se inquietam com a questão dos limites e das regras. No entanto, se perguntássemos a esta mãe como foi a sua semana - se respeitou os seus limites, se descansou quando precisou, se comeu quando teve fome, se fez alguma actividade das que aprecia... Talvez as respostas fossem todas “Não”.

E esta foi, sem dúvida, a mensagem que terá passado aos seus filhos: que não temos limites! Para apoiar os filhos a reconhecer a importância dos limites e clarificar as consequências quando não os cumprem, será preciso, como sempre  Parar e Pensar, olhando para nós, pais e mães!

Vou convidá-lo a pensar nos seus limites como aquelas barras de recursos que aparecem nos personagens dos jogos electrónicos: como diz uma das apresentações dos SIMS, “O seu eu virtual precisa de muita atenção diária, pois se não receber os devidos cuidados poderá morrer. Todos os ícones, “social”, “diversão”, “fome”, “higiene”, “WC” e “sono” devem estar no verde".

Proponho três tarefas:

1. defina os seus ícones (exercício, dinheiro, socialização, alimento são alguns exemplos);

2. entenda o que precisa fazer para os manter em níveis saudáveis (alguns deles só precisam de atenção uma vez por semana, outros, se calhar várias vezes por dia!);

3. descubra o que acontece quando “passa os limites”: ainda o surpreende que quando ultrapassa algum dos níveis, seja difícil gerir as necessidades das pessoas à sua volta?

Experimente viver o seu dia-a-dia durante uma semana com esta ideia a guiá-lo e dê-se conta de como pode escolher gerir o que consome e investe em cada momento do seu dia!

“Os desafios fazem-te descobrir coisas sobre ti próprio que sempre desconheceste”

Cicely Tyson

VOLTAR

Family Coaching

Somos um projecto que desenvolve a sua actividade na área do coaching aplicado ao contexto familiar. A nossa principal actividade centra-se no coaching parental enquanto metodologia e recurso quer para as famílias quer para todo o ecossistema comunitário e familiar: trabalhamos com Famílias e para a Comunidade.

Contactos

Ângela Coelho

(+351) 917 415 576

angelacoelhomascara@familycoaching.pt

Sandra Belo

(+351) 933 003 405

sandramourabelomascara@familycoaching.pt

Geral

geralmascara@familycoaching.pt