A Pressa e os Resultados no Trabalho com Famílias

2020-11-04

A Pressa e os Resultados no Trabalho com Famílias

Quando o trabalho com famílias é o contexto profissional em que nos movemos, somos convidadas a sentir a vulnerabilidade, as dúvidas e as angústias dos profissionais que trazem ao seu dia-a-dia o desafio de fazer mais e melhor com as famílias com quem trabalham.

Nesta aventura é muito frequente sentirmos a vontade de fazer melhor, mas também a frustração dos profissionais com os resultados alcançados. Para além de uma reflexão sobre o que significa o sucesso na área de intervenção social, e de descobrir como o foco na solução pode ser um recurso no trabalho com famílias, pode ser importante abordar mais uma questão: qual o papel que tem a pressa (ou a pressão) no trabalho social?

Vem esta reflexão a propósito da ideia de que queremos tanto e com tanto entusiasmo fazer a mudança acontecer, que, por vezes, investimos mais (tempo, energia, recursos) no resultado do que no processo. Gostamos de associar a esta preocupação ou foco no resultado a imagem de um hamster que corre na sua roda, fica cansado e sem energia, e não se dá conta de que não sai do mesmo sítio!

Por exemplo, se desejo que aquela mãe perceba que tem um filho a cargo e que essa responsabilidade pode ser incompatível com uma atitude passiva em relação ao trabalho, posso estar tão preocupada em passar esta mensagem que me esqueço de que, para que esta mãe me ouça e dê crédito ao que eu digo, preciso de criar, primeiro uma relação com ela.

Por vezes, a pressão (que é uma grande pressa) pode fazer acreditar que o passo - fundamental - de criar essa relação e empatia, é um passo pouco importante ou demasiado demorado para o que o que se quer alcançar.

E é aqui que vale a pena Parar e Pensar - questionando se a estratégia de querer que as famílias avancem a um ritmo que é imposto por alguém que está de fora, conduz aos resultados que se ambicionam.

Ou, citando Carl Jung, “Conheça todas as teorias, domine todas as técnicas, mas ao tocar uma alma humana seja apenas outra alma humana”.

VOLTAR

Family Coaching

Somos um projecto que desenvolve a sua actividade na área do coaching aplicado ao contexto familiar. A nossa principal actividade centra-se no coaching parental enquanto metodologia e recurso quer para as famílias quer para todo o ecossistema comunitário e familiar: trabalhamos com Famílias e para a Comunidade.

Contactos

Ângela Coelho

(+351) 917 415 576

angelacoelhomascara@familycoaching.pt

Sandra Belo

(+351) 933 003 405

sandramourabelomascara@familycoaching.pt

Geral

geralmascara@familycoaching.pt